Catch As Catch Can na origem da Luta Livre Brasileira – Declínio do Catch e Prowrestling

O Catch as Catch Can tinha regras que permitiam submissões brutais como cervicais e girar o joelho em qualquer direção, era uma espécie de ADCC com mais violência. Nos USA as regras foram modificadas para permitir cabeçadas, tapas, cuteladas e outros golpes proibidos nas regras originais, isso foi chamado de American Style (um mix de regras) aqui traduzido para Luta Livre Americana.

Observe no vídeo a seguir como a movimentação lembra em muito as competições de submission da atualidade, guardadas as devidas proporções.

As disputas de Wrestling em geral, como Luta Romana, eram muito populares e os esportes que mais cresciam eram de duelos, os empresários começaram a investir nas modalidades e criaram companhias que viajavam o mundo inteiro promovendo competições internacionais.

Até o final dos anos 20 as competições se mantiveram com o caráter sério de confrontos sem lutas combinadas, mas os profissionais perceberam que era mais vantajoso participar de companhias que priorizavam os espetáculos sem se machucarem. Assim podiam lutar praticamente todo final de semana e ganhar muito dinheiro.

O Professional Wrestling, ou ProWrestling, ficou associado apenas as lutas combinadas. Para o público leigo eram mais atrativos esses espetáculos aonde as técnicas eram ensaiadas e o apelo dos movimentos plásticos tinham maior audiência. Os confrontos de luta real praticamente desapareceram.

Com o surgimento da televisão era natural que esse esporte ocupasse horário especial e o que já era circense passou a ser um espetáculo puro de entretenimento, ainda hoje há quem acredite que a luta é real. Vale lembrar porque o UFC incentiva o strike e pune de forma velada a luta de chão, é difícil para a audiência entender técnicas e a lentidão de uma estratégia no chão afasta o telespectador. Lutadores como George St. Pierre levam a alcunha de “amarrões” por quem não entende de luta.

Ressurgimento do Catch

Depois do UFC os herdeiros do Catch iniciaram uma recuperação da tradição original do estilo, existem algumas competições surgindo.

Mas vai ser muito difícil desassociar o nome Catch do ProWrestling, já que a confusão (muitas vezes proposital) entre os termos impede uma análise imparcial por muitos profissionais.

Continua…

Próximo artigo: Catch As Catch Can na origem da Luta Livre Brasileira – Luta Livre contra Jiu Jitsu no início dos anos 30

6 ideias sobre “Catch As Catch Can na origem da Luta Livre Brasileira – Declínio do Catch e Prowrestling

  1. Pingback: Catch As Catch Can na origem da Luta Livre Brasileira – Primeira Chegada ao Brazil | Gladiatorium

  2. Marcel

    Sensacional seu trabalho, Christiano…espero que tenha a divulgação que merece! Vou esperar vc completar e vou postar em alguns sites e foruns! Obrigado!

    Responder
  3. Carlos

    Olá!!
    Gostei muito do seu texto.
    Estou trabalhando a Luta Livre em meu mestrado.
    Me surgiu uma dúvida quando vc diz que o Catch não tem como se separar do Pró-Wrestling, mas eles não são a mesma coisa?
    Sua resposta vai me ajudar muito a entender melhor o tema.
    Se quiser pode me responder pelo email – carlao100juizo@gmail.com.
    obrigado

    Responder
    1. Emiliano Eijo

      Pro wrestling is a show, a espectacle. Catch Wrestling is a sport, is a ancestor of mma and many styles of wrestling, for example: Olimpic Free Style wrestling, collegiate wrestling, folk wrestling, high school wrestling, etc

      Responder
  4. Carlos

    Queria saber também de onde tirou todo o conteúdo publicado que narra a chegada da luta livre no Brasil, já tinha encontrado algumas coisas, mas nada tão completo.
    Se puder me passar me ajudaria e se me confirmar mesmo a veracidade, com certeza vou usar em meu trabalho e citar você como fonte.
    obrigado de novo

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.